17/07/2017

Sessão Poema - Parte LXI [Hoje...]

Arte Frida Castelli

Eu sabia ler o seu silêncio.

Então um dia eu descobri...
                   que não sei ler.

Eu velava sua solidão.

Para poder entender.

Então compreendi.

Que entendo tudo errado.

Não nos arrisco mais.

Agora eu aguardo...

Espero que algo aconteça.

Não manípulo os fatos, as vontades.

Quero que seja saudade, desejo.

Espero que você queria de novo;

Senti meu gosto em sua boca.

Bebendo-me toda.

Como naquelas noites de setembro.

Quando dançávamos sobre a cama

Sem ver o dia raiar.

E você rir...

Quando digo que sou maluca.

E eu acredito...

Quando você diz gostar de mim.

E dentro dessas nossas mentes perturbadas a gente se engana.

Hoje...

Fingimos nada sentir.

Tais Medeiros.


Nenhum comentário: