28/01/2017

Sessão poema - Parte XXXIX [Já pensou...]

Apollonia Saintclair

Já pensou...
Nós dois...
E uma garrafa de vinho barato;
Olhando às estrelas.
Ali! Bem ali...
Livres.
Sentados na sarjeta.
Não faz mal.
Não é vulgar.
É amar o simples.
Nossa história.
Já pensou?!
Você e eu...
Em universo paralelo.
Onde nenhum mal habita.
Nossos beijos e brisas.
Risos e loucuras.
Entre nossas fumaças.
Consagrando nosso pecado.
Declamando poesias.
EU QUERO!!!

Nos esquecer, jamais.
Nunca foi poema de minha autoria.
Vislumbro apenas o céu para nós.
E ele não é o limite.
Não existe limite para os poetas.
Você precisa aprender...
A canalizar essa energia.
Gasta comigo.
Toda essa duvida;
Toda essa raiva;
Toda essa triste.
Todo esse medo.
Despeje tudo.

E depois que limpar a alma.
Terá amor e desejos.
Tesão incontrolável.
De fugir comigo para Vênus.
No meu disco voador.
Morar nos meus olhos.
Dormi no meu peito.
E todos os dias me comer.
Alimentando-se de mim.
Voraz e apaixonado.
Celebrando a fuga.
Bebendo a vida.

Tais Medeiros.

4 comentários:

Guilherme Montoia disse...

Já pensou? Viver toda uma vida sem nada disso? Nem pensar!

Choconhaque disse...

Hahaha... Que Dionísio nos proteja. 😉

Anônimo disse...

Bebendo a vida e degustando sabores incomparáveis. Não importa como,mas sentir o que tem vontade e fazer o que deseja, desfrutar da malícia e abusar dos desejos e sem fim transbordar de tesão. Bjs parabéns seus textos são demais!

Choconhaque disse...

Que lindo... Obrigada pela visita 😉