16/05/2015

Um Cara: Quando o conheci não ouvi sinos, ouvi o caos. De certa forma gosto do caos. [TEXTICULO 10]

Ele era um cara envolvente, não era nenhum galã, até sua beleza era fora do padrão, mas não existia mulher que lhe dissesse não, eu digo isso por conhecimento de causa. Quando o conheci não ouvi sinos, ouvi o caos. De certa forma gosto do caos.

Discutimos a noite toda e nem o álcool de quinta categoria me embebedava o bastante para recuar daquele excêntrico. Ele tinha uma sinceridade que beirava ao suicídio ou ao homicídio, dependendo da pessoa, era odiosamente inteligente e autoconfiante.

Aquele ser me irritou e enquanto todas as minhas amigas foram para o matadouro eu parti para casa, cuspindo ódio por ter perdido uma noite inteira conversando com aquele babaca. Prometi a mim.

- Nunca mais encontro as escuras.

A vida continuou a mesma vida de todos os dias, até que recebi uma ligação dele. Podia ter chamado no Wathsapp? Mas não, ele é diferente ou não queria correr o risco de ser ignorado no “zap” é fácil é só tomar cuidado com o tique azul, já uma ligação - Alô! Já era.

Não perguntou como eu estava, muito menos pediu desculpa por existir, convidou para um drink e eu disse sim. O que vou fazer? Gosto de beber...

O encontrei na Augusta. Entramos no bar, logo no qual tinha sido expulsa,  rezando para ninguém me reconhecer. Pedimos um drink e falei sobre teatro, eu atriz ele escritor, falamos de filmes, rimos das religiões e ficamos apáticos com a política.

- Na próxima encarnação quero nascer um relógio para ver se nasço na Suíça.

- Idiota... 

Essa era sua carta na manga, não ser levado a sério e ser amado por todas. Eu dormi com esse cara, não ia escutar aquela piada do relógio sem levar nada.

E consequentemente o vi de novo, ri de novo e trepei de novo. Comecei a fazer parte de sua vida, não como uma namorada, mas sei lá... Uma amiga de cama? Ele não falava de sentimentos, mas fazia com que as mulheres se sentissem bem, alimentava à autoestima, elas sentiam fatais, desejadas, senhoras de si, amadas mesmo sendo por uma noite. Mas nem todas conseguiam levar essas sensações para sua vida. Eu levei. Afinal eu já amava alguém que me virou do avesso sugou tudo que podia. Eu só precisava voltar a gostar de mim.

Ele sumia às vezes e eu sentia falta, porém não o procurava - Sabe aquele papo de respeitar a  individualidade? Não, não era isso, penso que era orgulho mesmo.

Eu conheci algumas histórias sobre ele. Para falar a verdade li sua vida em seu textos odiosamente bons. Sabia que não era apenas viagem, ele contava seus casos, fracassos e bebedeiras. Nunca escreveu sobre mim.

E as garotas de suas histórias sempre o amavam e sempre queriam ser amadas e ele sempre compreensivo, mas distante.

- Não será possível baby! Eu tenho um mundo para provar.

E todo bar, show, motel que me levava alguém o conhecia, sempre tinha uma mulher para lhe bofetear a cara. E eu estava lá contendo o riso com um copo de whisky na mão para aliviar a dor.

- É um canalha!

Canalha assumido, sem arrependimento e sem enganar a ninguém, chegava até ser surreal e ele no fundo não entendia por que eu ainda estava ali. Do outro lado da mesa sendo que nenhuma noite ou dia ao seu lado existia paz.

Ele se superou um belo dia. Reuniu todos os casos e “ex-casos” em um grupo do whatsapp.

Senti meu celular vibrar de minuto a minuto, não podia ver o que acontecia estava ensaiando. Ao final das atividades peguei um café, ascendi um cigarro e fui ver o celular.

O grupo era: Amores

(Ri)...

- Esse ser é maluco.

Tinha 20 mulheres adicionadas e um cabaré de cego de mensagens

- Oi amores!

- Vc e maluko?

- Se acha meu fio!!!

- Nojo... Vai se tratar pervertido.

- Cara de pau... Está pensando que faço parte disso?

- Lixoooo... Cafajeste...

- Pau pequeno..
.

Não creio que esse cara ainda consegue me surpreender!!!!

- Oi? Alguém?

- Já se foram todas...

- Nossa nem deu tempo de marca uma orgia...  kkkkkk

- kkkk... Acho que vão se juntar para marca minha morte!

- Daqui a pouco terá um grupo anti vc.

- Não sei nem por que faço isso! E não sei por que você fica?

- Vc é maluco e os médicos dizem para não contrariar. Kkkkkkk

- Verdade kkkkk

- Augusta?


- Sempre.


Tais Medeiros

E que venho até remoçando
Me pego cantando
Sem mais nem porquê
E tantas águas rolaram
Quantos homens me amaram
Bem mais e melhor que você

Nenhum comentário: